INTELIGÊNCIA ESPIRITUAL

A cultura ocidental criou uma divisão entre matéria e espirito, e com isso o ser humano ficou tomado pelo racional, focado apenas na matéria. Isso provocou uma separatividade, um distanciamento das coisas do espírito. Já houve um tempo em que a civilização ocidental considerava a matéria, o espírito e a energia, como um todo; o ser humano era o conjunto de tudo isso, um ser unificado e harmônico. Filosofia e ciência davam as mãos, corpo e espírito andavam juntos e o intelecto não brigava com o espirito. Existia um homem integral. 

A Espiritualidade é o trato com as coisas do espírito, com a energia vital que nos habita e nos dá vida. É o que os orientais chamam de mente, é a alma que habita o corpo finito. Segundo o pensamento oriental, o ser humano é constituído por três agregados: Jing (O corpo), Chi (Consciência ou energia vital) e shen (Mente e espírito). Tudo é espiritualidade. Diferente culturas entendem e explicam a espiritualidade de modos diversos, mas ela pode ser vista como um centro de consciência, um estado de consciência cósmica e superior. Com o sopro da vida consciente percorremos o nosso caminho espiritual. 

A espiritualidade é a busca por autoconhecimento ou consciência. O despertar da consciência é o início da espiritualidade. A meditação é uma ferramenta importante para esse despertar, pois é quando nos dedicamos ao silêncio e olhamos para o nosso interior. 

Embora a OMS não tenha modificado ainda a definição oficial de saúde, em muitos documentos oficiais encontra-se o termo "espiritual" entre os fatores que podem interagir na promoção da saúde. Por exemplo, em 1971, em um documento da Conferência da Casa Branca sobre o Envelhecimento, é adotado oficialmente o termo "bem-estar espiritual" mostrando ser necessário considerar a espiritualidade entre os indicadores de qualidade de vida. Deve-se notar que o termo "espiritualidade" pode ser entendido como a necessidade de significado, de propósito, de realização que caracterizam a vida humana, a esperança e a vontade de vida, as convicções, eventualmente a fé em uma crença religiosa. Portanto, a espiritualidade não coincide necessariamente com a religiosidade.

Desde então, a atenção à dimensão espiritual na saúde passou a ser aprofundada, multiplicaram-se as pesquisas demonstrando os efeitos benéficos da espiritualidade e da fé religiosa sobre o estado de saúde. Sabe-se que já no ano 2000 tinham sido publicados em revistas científicas em torno de 1.200 estudos que tinham como objeto a relação entre espiritualidade e saúde, muitos dos quais relataram uma associação positiva.

Mas se espiritualidade é importante para a saúde do paciente, deveria ser também para aqueles que realizam o tratamento. Com efeito, uma atenção à espiritualidade é cada vez mais reconhecida como parte fundamental de um atendimento de alta qualidade . Desse.modo ele deve fazer parte dos parâmetros vitais , ser constantemente avaliado e considerado um elemento essencial na terapêutica.


12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
logo retiro espiritual ecoa
Eventos e imersões realizados por:
Instituto Ecoa - CNPJ: 31.359.381/0001-23
Alto Paraíso de Goiás - GO / Chapada dos Veadeiros - Brasil
  • Instagram - Retiro Ecoa
  • YouTube - Retiro Ecoa
  • Facebook - Retiro Ecoa
  • Twitter - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle
  • Spotify - Black Circle